Biliar Cálculo

03 fev Biliar Cálculo

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Outros fatores para desenvolver cálculos biliares:
– Transplantes
-Diabetes
– Fracasso da vesícula biliar em esvaziar corretamente (isto é mais provável que aconteça durante a gravidez)
– Cirrose hepática e infecções do trato biliar (pedras pigmentadas)
– Condições médicas que causam excesso de bilirrubina, como a anemia hemolítica crônica, incluindo anemia falciforme
– Perda de peso rápida ao ter uma dieta com muito baixa caloria, ou após a cirurgia bariátrica
Receber alimentação através de uma veia por um período de tempo longo (alimentação intravenosa).

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Sintomas que podem ocorrer com a calculose biliar incluem:
– Dor no abdômen superior ou médio superior direito, podendo se espalhar para as costas ou abaixo do ombro direito
– Febre
– Amarelamento da pele e do branco dos olhos (icterícia)
– Fezes cor de barro
– Náuseas e vômitos
– Pancreatite aguda em casos mais graves.
– Os sintomas de sedimentos na vesícula biliar incluem:
– Indigestão
– Flatulência
– Dor periódica abaixo do lado direito da caixa toráxica
– Tensão na parte de trás do ombro perto do pescoço
– Gosto amargo na boca
– Dor no peito.

      
<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

O Ultra-som abdominal é o método ao diagnóstico mais indicado, para o diagnóstico e previsão do tratamento da calculose Biliar.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Veja como funciona sua vesícula biliar: A vesícula biliar é um órgão oco inativo fornecendo bile para o trato digestivo , que é usado principalmente para emulsionar gorduras e óleos. De acordo com alguns especialistas em saúde natural , a vesícula biliar pode ser danificada por quantidades excessivas de gordura e óleo; Grandes quantidades de especiarias; Líquidos muito frios; Frios e lácteos Preocupações exessivas Stress. Estes mesmos escritores dizem que a vesícula biliar pode ser protegida, entre outros por: Picles Vinagre de boa qualidade.

 

               

                       Terapia com Suplementos:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Para Cálculo Biliar . Indicados de acordo com a Clínica, Exames complementares e corroborados pela Bio-ressonância. Aqui apenas alguns exemplos: Sais de Epsom (sulfato de magnésio) DHEA e 0,2 mg de pregnenolona em óleo de sésamo por suas propriedades de libertação lenta com – B12 e ácido fólico Lecitina de Soja,
– Ác. Ursacólico,
– NAC,
– Quelar metais tóxicos,
– ômega 3,
– Vit. B6,
– Lipases,
– Tripsina,
– Bromelina,
– Vit. D3,
– Eliminação de cálcio insolúvel,
– àc. málico,
– Citrato

 

       Demais Tratamentos(Técnicas complementares):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Ervas coleréticas encorajam o fígado para segregar a bilis.
Eles ajudam a manter a composição química apropriada na bílis, para que não formem as pedras.
-Estas ervas podem ser entre outras:
A tintura Dente-de-leão (Taraxacum officinale), 2-6 ml uma vez por dia.
-Sementes de Cardo marianao (Sylibum marianum), uma dose equivalente a 70-210 mg de silimarina.
-Alcachofra (Cynara scolymus), 150 mg três vezes por dia.
-Açafrão (Curcuma longa) pó, 150 mg três vezes por dia.
-Quebra-pedra (Philanthus niruri) pó, 150mg 3x ao dia, entre outros.
A homeopatia tem remédios que podem ajudar a dissolver o cálculo biliar e ajudar a parar de produzir.
Entre as opções de acordo com a homeopatia, destacam-se ainda:
-Colocynthis 4×,
-Ammonium bromatum 4×,
-Atropinum sulfuricum 6×,
-Veratrum album 6×,
-Magnesium phosphoricum 6×,
-Gelsemium 5×,
-Passiflora incarnata 1×,
-Chamomilla 3×,
-Cuprum sulfuricum 6×,
-Aconitum,
-Chionanthus,
-Chelidonium,
-Berberis Vul,
-Calcarea carb,
-China,
-Mag phos.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução do quadro de Cálculo Biliar através da associação da homeopatia, ervas e acupuntura.
Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de especialistas.                                                                                              Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

Biliar

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”biliar”/biliar

Referências:
http://orthomolecular.org/
http://www.criesaude.com/biliares-calculos/#sthash.DiJkavx4.dpuf 1.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Colelit%C3%ADase 2.
https://www.google.com.br/url? sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=5&ved=0ahUKEwjfvunq-MrNAhXFfZAKHbOPBWAQFgg3MAQ&url=https%3A%2F%2Fpt.wikipedia.org%2Fwiki%2FVias_biliares&usg=AFQjCNFhWefHcC2sxSC8Qz3cCAKX4igBBw&cad=rja

 

 
Sem Comentários

Deixe um Comentário