Síndrome do cólon irritável (SCI) e colites

13 jan Síndrome do cólon irritável (SCI) e colites

Cólon irritável Doença inflamatória intestinal auto-imune  – um grupo de colites crônicas. A colite ulcerosa – uma colite crônica que afeta o intestino grosso, ou doença de Crohn. – Colite microscópica idiopática:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Colite microscópica idiopática :
Colite que é diagnosticada por exame microscópico de tecido do cólon; macroscopicamente é normal.
– Colite colagenosa Linfocítica
– Colites infecciosas:
– Um subtipo bem conhecido de colite infecciosa é por Clostridium difficile.
Classicamente forma pseudomembranas e é muitas vezes referida como colite pseudomembranosa.
– colite enterohemorrágica pode ser causada pela toxina Shiga, pela Shigella dysenteriae.
– As infecções parasitárias, como as causadas por Entamoeba histolytica, também podem causar colite.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Cólon Sintomas : dor abdominal leve a intensa, (dependendo do estágio da doença), as vezes diarreia sanguinolenta com/sem pus nas fezes, incontinência fecal, flatulência, fadiga, perda de apetite e perda de peso. Os sintomas mais graves podem incluir:. falta de ar, batimento cardíaco acelerado ou irregular e febre. Outros sintomas não-específicos, ou raros que podem acompanhar a colite incluem: artrite, úlceras na boca, pele dolorosa, vermelha e inchada e irritada, olhos vermelhos.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Como fazer a sua parte para facilitar o tratamento:
– Evite todas as fontes de glúten
• O glúten é uma proteína encontrada no trigo, mas também:
• Cevada
• Centeio
• Aveia Além de glúten, alergias alimentares também podem desempenhar um papel fundamental, daí a importância da biorressonância, para ajudar na avaliação.
Começar verificando por parasitas
– Outra estratégia global, para ter certeza de que você não está lutando com uma condição física que pode estar simulando SCI, é ter o seu teste para parasitas, além da biorressonância.
Alguns parasitas, tais como giardia, por vezes podem ser um fator que contribuem para a SCI.
Adequar a sua dieta para sua bioquímica pessoal
– De acordo com a sua clínica, exames complementares e corroborados pela bio-ressonância.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

É importante perceber que, se você não comer uma dieta que seja adequada para você, você estará susceptível de sofrer problemas de cólon, por exemplo. Quando você escolhe alimentos processados, ou pior ainda, tipo fast food, você poderá apresentar complicações físicas. Aumente as bactérias saudáveis no intestino – Também é importante ter as bactérias saudáveis em seu intestino.
Contribuem ao quadro das colites e cólon irritável as predisposições imunológicas, alimentares e psíquicas. Mas, graças a suplementação correta estas predisposições desaparecem em grande parte, resultando na proliferação das bactérias intestinais corretas

 

Terapia com Suplementos – Cólon:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Para tratar a colite ulcerativa naturalmente, é importante entender que uma dieta de cura é a base. Certos alimentos podem desencadear uma resposta imune agressiva e inflamação no trato digestivo, e estes alimentos precisam ser apontados e removidos de sua dieta. Alguns alimentos problemáticos incluem produtos lácteos, alimentos picantes e açúcar refinado. Existem também muitos suplementos benéficos que reduzem a inflamação e ajudam com a absorção de nutrientes, entre outros os ômega-3 e probióticos.

 

 Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução da Síndrome do Cólon Irrtável através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado.
– Enfrentar os desafios emocionais
– Por último muitas pessoas com a síndrome têm um componente emocional não resolvido, que contribui para o seu problema físico.
Esta é também uma das razões pelas quais os antidepressivos são freqüentemente prescritos, mas com pouco sucesso.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Pessoas com colite ulcerativa podem ter problemas com estes alimentos e bebidas:
Álcool
Cafeína
Bebidas carbonatadas
Produtos lácteos (para pessoas que são intolerantes à lactose ou sensíveis)
Frutas e vegetais crus
Sementes
Feijões secos, ervilhas e leguminosas
Frutas secas
Alimentos com enxofre ou sulfato
Alimentos ricos em fibras carne
Nozes e manteigas crocantes
Pipoca
Produtos que contenham sorbitol (como goma e balas sem açúcar) açúcar refinado alimentos picantes
Daí a importância da administração da homeopatia, ervas, alimentos de acordo com a clínica, exames e corroborados pela bio-ressonância.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”cólon”/cólon

Suplementos: Indicados de acordo com a avaliação clinica de cada caso e com confirmação laboratorial e ainda corroborados com a bio-ressonância para sabermos qual a opção certa em cada caso.
Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode até requerer o acompanhamento de especialistas.
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

 

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 


Sem Comentários

Deixe um Comentário