Depressão é um evento potencialmente viciante e pode ser agravado por drogas!

15 dez Depressão é um evento potencialmente viciante e pode ser agravado por drogas!

Depressão é uma alteração significativa do estado de ânimo, qualificada mais recentemente como distúrbio do humor

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Depressão : A principal diferença entre tristeza e depressão: é o fato de que na tristeza a pessoa se dá conta de seu estado e tem forças para mudar a situação por si mesma, o mesmo não ocorrendo com a depressão. Nos Estados Unidos, cerca de 3,4% das pessoas com depressão maior morrem por suicídio, e até 60% das pessoas que morrem por suicídio tiveram depressão ou outro transtorno de humor. A porcentagem de suicídio pode aumentar até 10 vezes mais com o uso de medicamentos convencionais, como antidepressivos sintéticos.

 

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Neurotransmissores: O organismo produz serotonina a partir do aminoácido l-triptofano na presença da vitamina B6-P (piridoxal-5-fosfato).
O ferro, o cromo, a vitamina c e o magnésio também ajudam a converter o triptofano em serotonina. A dopamina possibilita a iniciativa para enfrentar desafios.
Acredita-se que sua escassez possa resultar em depressão e o excesso em mania.
Estimular o humor no sentido antidepressivo através da alimentação significa aumentar a formação e a transmissão da serotonina, dopamina e noradrenalina, envolvendo a administração dos seus precursores :
l- triptofano, l-fenilalanina e l-tirosina com o devido complemento de vitamina b6 e cromo. Na depressão pode haver uma deficiência de vitamina b1, b3, b5, b6, b12, c, magnésio, zinco, ferro e cromo, entre outros.
Cafeína, tabaco, álcool e açucar podem ser bastante problemáticos para pessoas propensas à depressão.

 

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Vários aspectos da personalidade e seu desenvolvimento parecem ser essenciais para a ocorrência e persistência da depressão, com emoções negativas como um precursor comum.
A baixa auto-estima e auto-destrutividade ou pensamentos distorcidos estão relacionados à depressão.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

A depressão é menos provável de ocorrer naqueles que aceitam ajuda, bem como mais rápido para remeter, entre aqueles que têm senso religioso . Nem sempre é claro quais fatores são causas e quais são os efeitos da depressão, no entanto, as pessoas deprimidas que são capazes de refletir e desafiar os seus padrões de pensamento, muitas vezes mostram melhora do humor e da auto-estima.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Outros sintomas são variáveis: irritabilidade, afastamento social, choro, perda ou ganho de peso, falta de concentração, incapacidade de tomar decisões, desinteresse pelo sexo, sensação de impotência, temor e ansiedade, culpa, sensibilidade às críticas, lágrimas sem motivo aparente, sentimento de inadequação, mudanças no hábito de dormir, desinteresse pelas pessoas e atividades antes consideradas importantes, sentimentos descontrolados de desespero.

 

Existem 5 Biotipos de pessoas com DEPRESSÃO:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

– Hipo metiladores: O biótipo mais comum, essas pessoas tendem a ter uma melhoria com SSRI (inibidores da recaptação de Serotonina). O problema nestes casos é baixa atividade de receptores de serotonina, devido à reabsorção rápida após a serotonina é libertada em uma sinapse; bem como os níveis sanguíneos elevados de histamina, um outro neurotransmissor. É, na verdade, não é tanto uma deficiência de serotonina, mas uma incapacidade de manter a serotonina na sinapse tempo suficiente.
– Transtorno de Pyrrole: Esse biótipo também tende a ver uma melhoria com SSRI. Pyroluricos exibem uma combinação de produção de serotonina prejudicada e estresse oxidativo extremo. Estes indivíduos têm elevado e pirroles na urina juntamente com grave deficiência de zinco e vitamina B-6.A sensibilidade ao ruído e luzes brilhantes, má memória de curto prazo, sem recordação do sonho, infecções frequentes, oscilações extremas de humor,

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Alta ansiedade, uma tendência para saltar o pequeno almoço, o crescimento pobre, afinidade para comida picante, muitos medos, e pele seca são todos os sintomas. Este tipo é o mais rápido a responder ao tratamento.
– Sobrecarga de cobre: com alta de cobre não se pode metabolizar adequadamente metais. A maioria dessas pessoas dizem que os SSRI não tem muito efeito de qualquer forma, mas eles relatam benefícios de normalizar os níveis de cobre através da terapia de nutrientes. Elevado nível de cobre afeta as mulheres que também são estrogênio intolerantes. A sobrecarga de cobre, não é tanto uma questão de serotonina, mas de níveis sanguíneos e cerebrais extremos de cobre que resultam em deficiência de dopamina e sobrecarga de norepinefrina . Alta de cobre é indicada em casos de depressão pós-parto.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

– Overmethylation (baixo folato): Esse biótipo tende a piorar em SSRIs, enquanto suplementos de ácido fólico ajudam. Medicamentos benzodiazepínicos podem também ajudar as pessoas com depressão por baixo folato. Um estudo de 50 tiroteios em escolas nos últimos cinco décadas mostrou que a maioria dos atiradores provavelmente tiveram esse tipo de depressão, como SSRI pode causar ideação suicida ou homicida nessas pessoas.
– Sobrecarga de metais tóxicos: Este tipo de depressão é causada por metais tóxicos, geralmente envenenamento por chumbo. Ao longo dos anos, este tipo representaram 5 por cento dos pacientes deprimidos, mas a remoção do chumbo da gasolina e pintura reduziu a frequência desses casos.

 

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

A idade é outro fator que pode levar a Depressão :
Seja pelo desgaste hormonal, vitamínico, mineral, ou protéico resultando em baixos níveis de Neurotransmissores.
Todas essas situações podem ser caracterizadas pela clínica e corroborados com exames complementares, incluindo a bio-ressonância, para sabermos quais as melhores opções de tratamento.


Terapia com Suplementos:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Indicados ao tratamento da Depressão a partir de dados obtidos pela clínica, exames complementares e corroborados pela bio-ressonância.
Aqui apenas alguns exemplos:
Devemos sempre checar a situação da tireóide, pois o hipotireoidismo pode desencadear a depressão. Iodo: precursor de tiroxina.
Vitamina A, como retinol: é essencial na conversão de iodo em tiroxina.
O fígado não pode converter-caroteno em vitamina A na ausência da tiroxina ou no hipotireoidismo.
Vits. B2, 3 e 6 e C são necessários para a absorção do iodo.
B1 (tiamina) deficiente sozinho pode causar hipotireoidismo.
Vit. B12 não pode ser absorvida se a tiróide for deficiente.
Cobre é necessário para a produção de TSH na pituitária.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Além destes, devemos checar fatores gerais predisponentes da depressão:
Melatonina,
GABA,
Deficiências de zinco,
vitaminas E, C, B6, B12 biotina,
ácido fólico,
ômega 3,
piridoxina,
riboflavina,
tiamina,
B12, D3, C,
cálcio,
ferro,
magnésio,
potássio.
– A SEREM ELIMINADOS:
– Minerais tóxicos,
– Metais radioativos,
– Fatores alergênicos,
– Alimentos e contaminantes.
As seguintes substâncias químicas inibem a absorção de iodo:
sulfa, medicamentos anti-diabéticos, prednisona, estrogênio e flúor entre outros.

 

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Podemos checar as possibilidades para indicação da erva de são joão , timo, gingko, amoras, pfafia paniculata e demais raízes.
Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de quadros de Depressão através da associação da homeopatia, ervas e acupuntura, por exemplo:
Erva de São João, Açafrão vermelho, Kava kava, Melissa, Gingko, Marapuama entre outros .
Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de demais especialistas.
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

 

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir,
mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”depressão”/depressão

Referências:
http://orthomolecular.org/nutrients/vitamins.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/micronutrients.shtml
http://samanthagilbert.com/depression-the-5-biotypes
https://en.wikipedia.org/wiki/Major_depressive_disorder
http://www.hypoglycemia.asn.au/2011/nutritional-aspects–of-depression-an-update/
http://orthomolecular.org/nutrients/proteins.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/carb.shtml
Acessados em 11-2-16 às 2:28hs

Sem Comentários

Deixe um Comentário