Febre: aliada ou inimiga?

17 dez Febre: aliada ou inimiga?

Febre :”Dê-me uma febre, e eu posso curar qualquer doença” – Já dizia Hipócrates

Febre e suas funções são:
– Estimular o sistema imunitário.
– Criar um ambiente inóspito para organismos invasores.
Isto é, para veicular o calor alto para que os micróbios invasores, ou ainda células tumorais não possam viver.
Normalmente, quando qualquer tipo de micróbio invade o corpo, ele é comido vivo pela primeira linha de defesa: macrófagos (“grandes comedores”).
Os macrófagos, em seguida recrutam outras células do sistema imunológico e fazem Interleucina Um (IL-1).

A IL-1 é um dos vários pirógenos endógenos, o que significa que se trata de uma parte do seu corpo que dá o sinal para aumentar a sua temperatura.
Como uma febre é feita: IL-1, juntamente com outros pirógenos e proteínas, é liberada no sangue e faz o seu caminho até o hipotálamo no cérebro.
O hipotálamo desempenha papel semelhante a um perfeccionista, pois diz que a temperatura deve ser de apenas 36, 5º graus C, em situações normais, ou acima em situações de defesa.
Assim, o hipotálamo faz outra bioquímica, a PGE-2. PGE-2, então, aumenta o nível do nosso termostato interno, para ser suficiente para proteger o corpo dos patógenos.

 

Se ainda estamos saudáveis e fortes, então nossos mecanismos geradores de calor incluem o seguinte:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

-Tremor
-Absorção de hormônio TRH
-Vasoconstrição
-Outro mecanismo que ocorre é piloerecção, (levantando os pêlos pequenos), que está associado com o suor, regulando a temperatura.

Os benefícios da Febre:

-Mais anticorpos
-Mais glóbulos brancos (os bons) produzidos, circulando, mobilizando e armados para combater os agentes invasores específico
-Mais interferon produzido (outro agente bom do sistema imunológico, que bloqueia a propagação do vírus e células tumorais às células saudáveis).
-Eliminação de ferro, que serve para alimentar as bactérias.
-Temperatura aumentada faz matar os micróbios diretamente.

 

Tratamento da febre pelo Caminho Natural:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Uma febre de 39 a 40ºC é considerada a melhor defesa contra micróbios, ou de 38 a 39ºC para crianças menores.
Apoiar uma febre significa trabalhar com ela.
Para apoiar uma febre, os médicos naturalistas recomendam ou jejum ou tomar alimentos como caldos e água até a cessação de febre. A febre também é mais bem suportada com descanso.
Portanto, o melhor é apoiar as defesas do corpo, não suprimi-las imediatamente.
Suprimir uma febre é como pedir ao seu mecânico para desligar uma luz piscante no painel do seu carro, em vez de pedir-lhe para identificar e corrigir o problema que causou o disparo desse alerta.
A febre é um mecanismo de defesa de backup quando nossos meios primários falham. Boa comida, descanso adequado e capacidade de lidar com tensões são os nossos meios primários.Qualquer pessoa com uma temperatura acima de 40,2ºC.

Quando Atenção Médica é requerida:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Crianças com menos de 1 mês de idade, com uma temperatura superior a 38º C, devem procurar atendimento imediato para a febre nesta faixa etária. Enquanto se espera para o atendimento, deve-se amamentar sempre que houver desejos do bebê. O leite da mãe produz anticorpos à medida que encontra os patógenos na boca do bebê. Crianças de 1 mês a 3 meses de idade, com uma temperatura superior a 38 graus C, se eles aparecem doentes. Novamente, amamentar em livre demanda, enquanto espera-se pelo atendimento. Crianças entre os 3 meses e 36 meses, com uma temperatura superior a 39ºC, se eles aparecem doentes.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Para as crianças que não estão em três categorias acima, o repouso e tomar líquidos apoiará a febre e permitirá que ocorra a adaptação que seu filho precisa. Apoiar a febre do seu filho, ao invés de imediatamente ir ao armário de remédios para dar um paracetamol, ou outro anti-térmico é uma das melhores coisas que você pode fazer para a febre do seu filho.

 

Terapia com Suplementos:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Em casos de febres recorrentes, ou persistentes e altas, podem ser recomendados suplementos de: 1) B1 Cloridrato de tiamina: 300 mg a 500 mg, 30 minutos antes das refeições e durante a noite
2) B3 A niacina (ácido nicotínico). Recomendamos 100mg de 3 gramas, trinta minutos antes das refeições e durante a noite
3) Piridoxina (vitamina B6): A falta desta vitamina demonstrou induzir anemia hipocrômica microcítica e lesões neurológicas.
4) Cobalamina (vitamina B12): B12 é reconhecido como um factor na síntese de mielina.
5) Ácido ascórbico (vitamina C)
6) A riboflavina (vitamina B2)
7) A vitamina E
8) Óleo de Fígado de bacalhau
9) AMP Ácido adenosina-5-monofosfórico
10) Colina: 700 mg a 1400 mg depois de cada refeição e a noite

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

11) Lecitina: Damos 1200 mg. Lecitina de feijão de soja após cada refeição.
12) Magnésio: 100mg. depois de cada refeição para fornecer iões adicionais para a actividade muscular. É um activador da enzima.
13) Gluconato de cálcio
14) Pantotenato de cálcio: A forma fisiologicamente activa de ácido pantotênico é coenyzme A. Sua acetil derivado (acetil-CoA) é uma forma de acetato ativa. ácidos. Pode-se dar 200 mg. depois de cada refeição e uma hora antes de deitar.
15) Aminoacético (glicina):Glycine entra em uma variedade de funções.
16) Certifique-se que a hemoglobina seja de pelo menos 13 gramas.
17) Pode ser indicada uma dieta rica em proteínas com dois a três ovos no café da manhã.
18) Taurina
19) Gluconato de zinco: 10 mg. três vezes cada dia.

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Antes de mais nada devemos realizar investigações das causas, a incluir infecções intra-celulares, por diversos agentes, que podem não ser detectados pelos exames de rotina, mas sim pela avaliação de acordo com os dados clínicos, laboratoriais e corroborados pela bio-ressonância. Os suplementos podem ser indicados tanto ao fortalecimento imune, como para minimizar suas consequências, como crises covulsivas.
Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução dos quadros de Febre através da associação da homeopatia e acupuntura, e ervas, entre outras equináceas.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de especialistas.
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

 

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”febre”/febre

Referências:
http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2005/01/05/fever-part-two.aspx
http://orthomolecular.org/
“http://www.townsendletter.com/Klenner/KlennerProtocol_forMS.pdfhttp://www.townsendletter.com/Klenner/KlennerProtocol_forMS.pdf

Sem Comentários

Deixe um Comentário