Ganho de massa muscular

23 dez Ganho de massa muscular

Todos os atletas e pessoas que treinam consideram ter um melhor perfil, de modo que há procura aos suplementos que aumentem o desempenho. Do ponto de vista bioquímico-molecular, é fundamental que haja o equilíbrio, para o ganho de massa muscular daí ser necessário que os nutrientes diversos estejam em quantidades adequadas 

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

Muscular – No detalhe vemos como é a composição da massa bem disposta: rica em fibras que concentram mecanismos bioquímico-moleculares ordenados, para promoverem ação muscular e força necessárias ao nosso dia-dia. Com a correção das disfunções bioquímico-moleculares, o próprio treino, passa a ser executado de forma bem mais fácil e em tempo menor.

 

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

 Além disso é fundamental ter um organismo livre de substâncias intoxicantes que prejudiquem a absorção, como uma boa flora intestinal, ausência de metais tóxicos, etc . 

 

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

Sabe-se que a dor diminui as taxas de disparo-contrações na unidade motora neuro- muscular. Ocorre também uma reação por antecipação, quando há participação da dor. Há também evidências que mostra quando existem condições dolorosas, outras unidades motoras são recrutados para manter o débito, i.e., a demanda muscular. A suplementação correta ajuda a sanar as causas das dores corporais Por outro lado, há um ditado que diz que “metade do rendimento nos esportes é mental”. Nesse sentido a há também suplementos que ajudam a melhorar a motivação à prática de esportes em geral, sem a necessidade de um personal traine.

 

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

Através da clínica, dos exames complementares e com a biorressonância, é possível se saber exatamente quais os fatores estão inicialmente limitando a saúde e a força da pessoa. Saberemos também se uma pessoa pode estar em over, ou under training e mais especificamente, quais substâncias estariam faltando para a resposta correta do músculo.

 

 Terapia com Suplementos:

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

Indicados de acordo com a avaliação clinica de cada caso e com confirmação laboratorial e ainda corroborados com a bio-ressonância para sabermos qual a opção certa em cada caso, aqui apenas alguns exemplos:
– CoQ10 10 a 100 mg
– DL-Fenilalanina 100a 500 mg
– Inositol 100 a 1.000 mg
– L-Glicina 100 a 500 mg
– L-Tirosina 100 a500mg
– MSM 250 a 1.000 mg

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

– Ácido Málico 100 a 300 mg
– Creatina 10 a 200 mg
– Taurina 5a 100mg
– Asparto de Magnésio 50 a 400 mg
– Citratode potássio 50 a 200mg
– L-Arginina 100 a 200mg
– L-Carnitina 100 a200mg
– Glutamina 100 a 500mg
– Whey protein 10 a 100g
– BCCAA 1 a 5g
– Vitamina D3 5.000UI/d
– Vitamina K2 150ucg/d
– Minerais: Ca, Se, Zn, Mg, B, P, Si, S, K
– Pode ser necessário a avaliação do perfil hormonal

 

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”muscular” />muscular

Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora do perfil muscular, através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado.
Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. 
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”muscular”/muscular

Referências:
http://orthomolecular.org/nutrients/vitamins.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/proteins.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/micronutrients.shtml Chaitow, L., (2006) Muscle Energy Techniques, Churchill Livingstone Elsevier
Cote, J.N., Hoeger Bement, M.K., Update on the Relation Between Pain and Movement: Consequences for Clinical Practice, Clin J Pain. 2010 Nov-Dec;26(9):754-62
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20664335]
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22209423
http://orthomolecular.org/nutrients/carbs.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/fats.shtml” target=”_blank”>
http://orthomolecular.org/nutrients/vitamins.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/proteins.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/micronutrients.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/carbs.shtml
http://orthomolecular.org/nutrients/fats.shtml

Sem Comentários

Deixe um Comentário