Gastrite Úlceras

14 fev Gastrite Úlceras

GASTRITE  : Todos os fatores responsáveis pelas úlceras e refluxo também estão presentes nas gastrite. Sintomas: Dor em queimação difusa na região do estômago que pode se agravar com a ingesta de certos alimentos, ou bebidas, ou temporariamente com a ausência de alimentos.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite

Gastrite e Úlceras :  São causadas pela insuficiência dos mecanismos protetores da mucosa contra a acidez gástrica, muitas vezes devido a infecção com a bactéria Helicobacter pylori. Além da dor caracteriza-se pelas hemorragias continuas para dentro do trato gastrointestinal. A ruptura de uma víscera, criando uma comunicação anormal entre o trato gastrointestinal e a cavidade peritoneal é uma emergência médica potencialmente mortal.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite

Fatores psíquicos e alimentares contribuem ao desenvolvimento das úlceras, além de agentes infectantes, como helicobacter. Mas, com a correção das disposições bioquímico-moleculares pode-se reverter o quadro. Outros sintomas comuns às 3 condições incluem: Dispepsia (indigestão) depois de comer – Garganta inflamada – Voz rouca – Dificuldade para engolir – Problemas respiratórios e tosse – Náuseas e vômitos persistentes.

                                   

     GASTRITE E ÚLCERAS ESTOMACAIS :

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite

Progressão e Sintomas A úlcera péptica é uma disrupção das camadas da parede do estômago ou duodeno, frequentemente com a forma de cratera, em que o tecido conjuntivo e vasos sanguíneos estão expostos devido à destruição da mucosa. A erosão dos capilares sanguíneos pelo ácido leva às hemorragias, que se manifestam nos casos raros em que forem volumosas em fezes negras (melenas) devido ao sangue digerido. O sintoma mais notável é a dor forte que surge geralmente na zona do estômago junto às costela e por vezes também do lado direito e nas costas. Essa dor chega a se tornar insuportável e constante, principalmente em períodos de estresse. 

  

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite

Fatores psíquicos e alimentares contribuem ao desenvolvimento das gastrite, além de agentes infectantes, como helicobacter. Mas, com a correção das disposições bioquímico-moleculares pode-se reverter o quadro. Existem riscos da terapia prolongada de supressão ácida (uso de anti-ácidos): Aumento do risco de pneumonia adquirida na comunidade Aumento do risco de infecção adquirida na comunidade, como por Clostridium difficile. Aumento do risco de fratura óssea Diminuição da absorção de ferro Diminuição da absorção de vitamina B12 Diminuição da absorção de cálcio Hiperplasia gástrica (devido à estimulação da gastrina) Devemos ser cautelosos com supressão ácida em: – Pacientes com anemia ferropriva (a menos devido ao sangramento úlceras) – Idosos em risco de pneumonia adquirida na comunidade – Crianças devido ao risco de hiperplasia gástrica. – Mulheres pós-menopausa, ou outros indivíduos com risco para fraturas. – Hiperacidez rebote que pode ocorrer quando se suspendem a medicação.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite

Fatores psíquicos e alimentares contribuem ao desenvolvimento do refluxo. Mas, com a correção das disposições bioquímico-moleculares e inclusive obesidade pode-se reverter o quadro. Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE), o que é? DRGE desenvolve-se quando uma pessoa experimenta refluxo frequente, com uma mucosa interna relativamente frágil, principalmente quando há uma fraqueza ou defeito no esfíncter inferior do esôfago, um anel de músculo que atua como uma válvula. – Outros fatores de risco para a DRGE incluem: – Gravidez – Fumar – Hérnia de hiato (uma protrusão do estômago para a cavidade torácica, devido a um defeito no anel diafragmático, que normalmente separa o tórax do abdômen), – anormalidades do esôfago. – Problemas psíquicos

Existem riscos da terapia prolongada de supressão ácida (uso de anti-ácidos):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite


– Aumento do risco de pneumonia adquirida na comunidade
– Aumento do risco de infecção adquirida na comunidade, como por Clostridium difficile.
– Aumento do risco de fratura óssea
– Diminuição da absorção de ferro
– Diminuição da absorção de vitamina B12
– Diminuição da absorção de cálcio
– Hiperplasia gástrica (devido à estimulação da gastrina)

 

Terapia com Suplementos:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite


Indicados a partir de dados obtidos pela clínica, exames complementares e corroborados pela bio-ressonância.
Aqui apenas alguns exemplos:
– Vitamina B12,
– Ácido Fólico,
– Ácido-Para-Amino Benzóco
-Betaína,
– Glutamina
– Magnésio quelato
– Potássio citrato
– DMSO, ou MSM
– NAC
– Taurina
– Glutamina
– Fibras
– Óleos de linhaça, coco, cártamo
– BCAA, treonina
– Ervas inúmeras a depender de cada caso

 

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”gastrite”/>gastrite

Podemos checar as possibilidades para indicação da erva de são joão , timo, gingko, amoras, pfafia paniculata e demais raízes. Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de quadros de Depressão através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado. Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode até requerer o acompanhamento de demais especialistas.
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

 

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

 
 
Sem Comentários

Deixe um Comentário