Trombose e tromboflebite

13 out Trombose e tromboflebite

Trombose :  O que é tromboflebite?

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”tosse”/tosse

Trombose é um problema circulatório que se desenvolve quando um coágulo de sangue diminui a circulação em uma veia, superficial, ou profunda. Ocorre principalmente nas pernas.
O nome dá uma dica sobre o que é: “trombo” significa coágulo, e “flebite” significa uma veia com inflamação ou o inchaço e a irritação que acontece como resultado de uma lesão. Já com a tromboflebite, uma veia bloqueada na perna fica inchada, irritada, e até mesmo duro ao toque. A maioria dos casos que envolvem as veias superficiais das pernas começam a resolver por si só em uma ou duas semanas. Em casos raros, estas veias bloqueadas podem levar a infecções e danos no tecido a partir da perda de circulação saudável.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”trombose”/trombose

Quando as veias mais profundas da perna estão envolvidos, há riscos maiores. Uma parte do coágulo pode se soltar e entrar na corrente sanguínea, viajar muito longe do local da lesão e causar sérios problemas. Se o coágulo alcança o coração ou os pulmões desenvolve-se um bloqueio da circulação, o que pode até causar a morte. Nos casos mais graves, as pessoas com tromboflebite necessitam ser tratadas com drogas para “dissolver” do coágulo, para diminuir o edema, e tratar a infecção, que pode desenvolver-se.

 
Trombose : O que causa a tromboflebite?
<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”trombose”/trombose

Primeiro, um coágulo de sangue, o que pode resultar de diversas causas – mais comumente a partir de sangue não se movendo da maneira que deveria por entre as pernas, situações em que há baixo potencial zeta, ou eletronegatividade, o que pode ser detectado pelo eletro-escaneamento.
Ficar sentado por um longo espaço de tempo, sem esticar as pernas, numa viagem, por exemplo.
O sangue fica parado, sendo provável a formação de coágulos.
Podem também ocorrer com repouso após uma cirurgia extensa, o fator mecânico é um, mas há o fator inflamatório local,
p.ex. se tiver tido um trauma ou placa de ateroma e ainda agravado pelo fator bioquímico,
p.ex. se a pessoa faz uso de ACO (anticoncepcional oral), ou ainda se fuma.

Veias varicosas também podem causar tromboflebite, como uma complicação de tubos intravenosos ou IVs.
Em mulheres grávidas ou logo após o parto.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”trombose”/trombose

Outros fatores de risco, para trombose em geral incluem:
-Certos tipos de câncer,
-O uso do hormônio estrógeno para controle de natalidade ou de reposiçãohormonal,
-História familiar de coágulos sanguíneos,
-Insuficiência Cardíaca Congestiva, hospitalização,
-DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica),
-AVC (Acidente Vascular Cerebral, ou derrame).

 

Terapia com Suplementos:

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”trombose”/trombose

Entre outros, suplementação diária com 5 mg de ácido fólico, 0,4 mg de hidroxicobalamina, e 50 mg de piridoxina (B6) reduzem os níveis de homocisteína em doentes com trombose venosa, assim como em indivíduos de controlo saudáveis, de acordo com os resultados de um estudo realizado na Holanda, o que resulta em melhorias não apenas preventivas, mas de tratamento também.

 

Demais Tratamentos (Técnicas Complementares):

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”trombose”/trombose

Terapia com Suplementos;
Acupuntura;
Homeopatia
Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de quadros de Trombose e Tromboflebites através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado.
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

 

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”trombose”/trombose

Referências:
http://orthomolecular.org/
http://www.webmd.com/a-to-z-guides/blood-clots

Arterioscler Thromb Vasc Biol Março de 1998; 18:356-361.

 

 

Sem Comentários

Deixe um Comentário