Disbiose Intestinal

01 jan Disbiose Intestinal

Disbiose é uma alteração que ocorre devido a um desequilíbrio das bactérias que regulam o bom funcionamento intestinal, local considerado

como sendo nosso 2º cérebro pela quantia de neuro-transmissores produzidos.
Vírus e bactérias são microrganismos extremamente adaptáveis e mesmo interconversíveis a depender das condições do meio em se

encontram,  toxinas que vem pela alimentação, interferem neste equilíbrio dinâmico.As fezes do recém nascido que se alimenta exclusivamente de leite materno, contém enorme quantidade de Lactobacillus e

estas crianças têm uma incidência menor de episódios de diarréia. O ph das fezes também evolui com a idade e com o tipo de alimentação.

Lactobacillus são conhecidos pela propriedade de produzir um

antibiótico natural, a acidofilina.O cólon é o local

primário de colonização bacteriana, devido à lenta renovação de suas células. Neste local, há uma grande concentração de ácidos graxos de cadeia

curta, resultantes da fermentação dos carboidratos. Estes carboidratos exercem um papel importante no metabolismo das bactérias e servem como

estímulo para a renovação e crescimento das células deste segmento do intestino.

As bactérias denominadas

“amigáveis”, ou ainda probióticas ou eubióticas, são as que trazem mais benefícios. Essas

bactérias produzem vitaminas do complexo B incluindo a biotina (B1), niacina (B3), riboflavina (B2), ácido pantotênico (B5), piridoxina (B6),

cobalamina (B12), ácido fólico, vitamina A e vitamina K.
O termo probiótico tem sido usado para se referir aos suplementos que contém Lactobacillus, em pó ou em cápsulas. Os dois grupos mais importantes da flora são os Lactobacillusencontrados principalmente no

intestino delgado e as bífidobactérias, que habitam primariamente o cólon.
Funções das

bactérias probióticas:– Manufaturam vitaminas;

Digestivas: digerem a lactose do leite. Permitem que pessoas que tem intolerância a lactose, se beneficiem das propriedades do leite através do

Yogurt;

– Mecânicas: ajudam a regular a peristalse.

Previnem cólicas e diarréias em crianças e adultos;

Imune: produzem antibióticos (acidofilina) e antifúngicos. Interagem permanentemente com as células imunes da mucosa intestinal, aumentando o

número destas células. Inativam toxinas de outras bactérias. Tem efeito anticancerígeno. Previnem tumores intestinais

– Bioquímica:produzem ácido láctico, que equilibra o ph. Quebram ácidos

biliares. Normalizam o Colesterol e os Triglicérides;

– Metabolismo: Quebram e reaproveitam hormônios.

 

 As bactérias que causam doenças crônicas, são geralmente organismos fracos, com pouca virulência, mas quando

a colônia aumenta muito, elas podem causar doenças graves, que iniciam com a disbiose.
O uso indiscriminado de antibióticos acaba destruindo bactérias intestinais residentes e tornando algumas

bactérias adaptadas fora do seu habitat (por não terem com quem competir) e resistentes, daí a disbiose.

Medicamentos que interferem na flora intestinal, ou disbiose : antiácidos,

antibióticos, antifúngicos, antinflamatórios, laxantes, anticoncepcionais, estrógeno e corticóides.
Um desequilíbrio na flora intestinal devido ao uso indiscriminado dos medicamentos citados acima,

pode levar a sintomas como diarréia, constipação, síndrome pré-menstrual, dores articulares, dores musculares, alergias, rinite, muitos

gases, doenças inflamatórias intestinais e pulmonares, deficiência de vitaminas, intolerância a lactose (açúcar do leite),

irritabilidade, Depressão,

vaginites, doenças auto-imunes e eczemas freqüentes.

Já ao nível do intestino, existem cerca de 100 trilhões de microrganismos compondo a flora intestinal. Isso é 10 vezes mais do que o

número total de células no seu corpo (cerca de 10 trilhões) e consomem 9 vezes mais calorias que todo seu organismo!

Seu corpo recebe a ajuda desta flora para quebrar os alimentos em seus

componentes básicos. Estas bactérias, leveduras e fungos fornecem produtos benéficos, como vitaminas B e K que seu corpo necessita. Funcionam

também para quebrar alguns alimentos que seu corpo não pode absorver por si só.

Mas, quando você come mais grãos, açúcares e alimentos processados, esses alimentos servem como adubo para as

bactérias e leveduras más.

Os sintomas deste

crescimento ruim de leveduras incluem:

Síndrome do

intestino irritável
Enxaquecas
TPM
Câncer
Vaginite
Asma
Fibromialgia
Ganho de peso
Alergias alimentares
Fadiga

crônica
Infecções
Depressão

É por isso que

probióticos são tão importantes, porque aumentam a proporção de “boas” bactérias no seu intestino, e por que os antibióticos (contra a vida)

podem interferir no delicado equilíbrio em seu intestino.

Alguns exemplos de problemas de saúde por disbiose intestinal incluem:

 

  • mau hálito
  • toxemia
  • Levedura Candida superinfecção
  • fadigacrônicabaixa imunidade                                                                                                          

    digestão e absorçãoprejudicadas

É por isso que, além de

endívias devemos preferir comer alguns alimentos fermentados, como:

Chucrute
Kimchi
Alho negro
Misso
Kefir
Lassi

Referências:

  • http://orthomolecular.org/nutrients/index.shtml
  • http://www.everydayhealth.com/gerd/understanding/what-is-gerd.aspx
  • http://www.fammed.wisc.edu/integrative/modules/gerd
  • http://www.nutritotal.com.br/icnso/files/1270–aulas–Slide20.JPG
  • http://orthomolecular.org/nutrients/micronutrients.shtml
  • http://orthomolecular.org/nutrients/vitamins.shtml
  • http://orthomolecular.org/nutrients/proteins.shtml
  • http://orthomolecular.org/nutrients/fats.shtml

Acessados em 14-2-2016 às 6:30hs