EIS: Como prevenir-se das maiores armadilhas à saúde em geral e Obesidade

27 abr EIS: Como prevenir-se das maiores armadilhas à saúde em geral e Obesidade

Há sete números que você deve acompanhar se quiser monitorar sua saúde e cinco são determinados por exames de sangue simples, e os outros dois você pode determinar em casa.

Obese-woman-and-young-woman-lean-126763280

Além de suplementos e alimentos corretamente indicados pela clínica e pelos exames, o estilo de vida, como a prática de exercícios determinam a disposição corporal. Mas, o próprio incentivo ao exercício e a alimentação podem ser melhorados com a orientação clínica assistida.

“The Globe and Maili” recentemente publicou um artigo descrevendo “os 5 números de maior impacto na sua saúde.”Além de suplementos e alimentos corretamente indicados pela clínica e pelos exames, o estilo de vida, como a prática de exercícios determinam a disposição corporal. Mas, o próprio incentivo ao exercício e a alimentação podem ser melhorados com a orientação clínica assistida.

Estes são muito mais importantes do que seguir o seu colesterol total, pressão arterial, ou IMC:

1. A insulina em jejum 2. Colesterol / HDL 3. Percentual de Gordura Corporal 4. A ferritina sérica 5. Relação cintura / quadril 6. Nível de ácido úrico 7. Vitamina D

1. Nível de insulina em jejum Seu nível de insulina em jejum reflete parcialmente o quão saudável os seus níveis de glicose no sangue estão. ao longo do tempo, pois pode ocorrer aumentos agudos de glicemia e insulinemia. Glicemia cronicamente elevada leva à resistência à insulina e inúmeras doenças crônicas. Glicemia elevada e resistência à insulina são hoje epidemias. Uma em cada quatro americanos ou são resistentes à insulina ou diabéticos.

Se o nível de insulina for maior do que 3 a 5, a forma mais eficaz para otimizar é reduzir ou eliminar todas as formas de açúcar dietético, particularmente frutose.

2. O mito do Colesterol
Pelos estudos do Dr. Ancel Keys de 1953, justificou-se uma abordagem dietética de baixa gordura para alcançar a saúde. Este estudo resultou no fato do colesterol ter sido acusado injustamente de quase todos os casos de doença cardíaca nos últimos 20 anos. Mas, a maior parte da ciência recente credível pôs por terra a teoria de Keys, mas o mito do colesterol persiste teimosamente por ter sido enraizado em nossa cultura ocidental.

Sabemos agora que seu corpo realmente necessita de colesterol para produzir vitamina D da luz solar, para sintetizar os hormônios sexuais, e para bom funcionamento do cérebro.

3. Percentual de gordura corporal Há uma forte correlação entre a gordura corporal mais elevado e os resultados negativos para a saúde, tais como doença cardíaca e derrame. Além disso, um aumento de órgão ou tecido adiposo abdominal, em particular (uma “barriga da cerveja”) tem sido demonstrado ser mais fortemente associada com a doença de coração e uma variedade de doenças crônicas do que apenas o peso em relação à altura.

Todos esses parâmetros são estabelecidos através do https://www.criesaude.com/ortomolecular/diagnosticos/”>sistema EIS

, que realizo logo na primeira consulta, sua metodologia se baseia na análise de impedância bioelétrica, na oximetria, na biorressonância bi e tetrapolar.

4. A ferritina sérica Você provavelmente já sabe que o ferro é um nutriente importante para o seu corpo. Mas você pode não estar ciente de que o ferro é uma espada de dois gumes, tanto demais, quanto pouco podem levar a problemas de saúde..

É vital compreender que cerca de um em cada cinco homens e mulheres na pós- menopausa os níveis de ferro ficam demasiadamente elevados e realmente causam doenças e morte prematura.

5. Cintura-quadril

Há evidencias científicas de que o IMC (índice de massa corporal) seja uma medida falha quando se trata de prever o risco de morte por doença cardíaca. Já o tamanho da cintura fornece um ponto de referência muito mais preciso para prever seu risco de morte por um ataque cardíaco e de outras causas mórbidas.

6. Nível de ácido úrico

Você sabia que o ácido úrico pode servir como um marcador para a toxicidade frutose?

Quando consumida em excesso, a frutose é muito desgastante aos processos metabólicos do seu corpo. Um dos subprodutos do metabolismo da frutose é o ácido úrico, assim quando você consumir muito açúcar, particularmente concentrada em frutose, os níveis de ácido úrico podem aumentar.

7. Nível de vitamina D

Em torno de 85 por cento dos norte-americanos são deficientes em vitamina D, incluindo mais de 95 por cento de todos os idosos. Vitamina D influencia cerca de 3.000 dos 30.000 genes em seu corpo, é por isso que está envolvido com a expressão de muitas doenças, desde câncer, autismo a doenças cardíacas e artrite reumatóide, só para citar alguns. A 25-hidroxivitamina D é o melhor indicador de estado geral de vitamina D.

Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bioressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de especialistas.

Para termos certeza sobre as origens e fatores determinantes da saúde é que são realizados: avaliação clínica, juntamente com exames complementares  e ainda corroborados pelo escaneamento com o sistema EIS e  com a bioressonância, para avaliar as melhores opções de tratamento.

Terapia com Suplementos:

Segue o link clicando aqui

 

  • Demais Tratamentos (Acupuntura e Homeopatia) 

 

  Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de Obesidade através da associação da homeopatia e acupuntura,  devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado.  

 

Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bioressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de especialistas. 

 

Referências:
i Globe and Mail January 5, 2012
ii American Council on Exercise

iii Amazon.com, EatSmart Precision GetFit Digital Body Fat Scale w/ 400 lb. Capacity & Auto Recognition Technology
iv J Am CollCardiol

May 10, 2011

Source: The Globe and Mail January 5, 2012

www.criesaude.com