Modulação Hormonal Feminina

05 dez Modulação Hormonal Feminina

Sintomas da falta do estrogênio

 

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”sintomas”/sintomas

 

Seios caídos e flácidos

Aumento da gordura corpórea

Depressão

Dor de cabeça, devido a dilatação (e consequentemente aumento do diâmetro) dos vasos sanguíneos

Interferência nos hormônios da tiroide

Aumenta os coágulos no sangue

Diminuição da libido

Ressecamento vaginal

Enfraquecimento do controle do açúcar no sangue

Perda de zinco e de retenção de cobre

Reduz o nível de oxigénio em todas as células

Aumenta os riscos de câncer do endométrio

Aumenta riscos de câncer de mama

Restringe um pouco a função dos osteoclastos

Reduz o tônus vascular

Aumenta riscos de doença na vesícula biliar

Aumenta o risco de doenças auto-imunes

Insônia, que pode ser decorrente das ondas de calor que interrompem o sono

Aumento de rugas, por mudanças na formação da pele

Dilatação do canal vaginal.

Mas, estas alterações não estão dissociadas da globalidade da mulher, porque além destas, muitas outras podem ocorrer  na esféra psiquíca, como instabilidade emocional e alterações na qualidade do sono, portanto ocorre a instalação de um ciclo vicioso, onde as alterações hormonais levam a alteracão psicquica, e as alterações psicquicas, deflagram mais alterações hormonais.

 

Sintomas da Deficiência de Progesterona

 

 A deficiência de progesterona responde pelo desequilíbrio hormonal número um em mulheres de 30 a 50 anos, além disso:

SPM – Síndrome Pré-Menstrual

Insônia

Aborto espontâneo

Cisto – Dolorimento Mamário

Cefaléia Cíclicas

Ansiedade

Infertilidade

Maior risco para Cancêr

Ondas quentes,

além de perda de memória também, Inflamação e dor.

 

Sintomas de Progesterona em Excesso

 

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”sintomas”/sintomas

Sonolência diurna,

Ganho de peso,

Visão embaçada,

Fadiga,

Dores de cabeça,

Mastalgia,

Inchaço,

Mudanças de humor,

Irritação no local da aplicação,

e também Infecções por fungos entre outros.

Predominância Estrogênica

 

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”sintomas”/sintomas

Inchaço / Choro fácil / Distúrbios da vesícula

Displasia Cervical (Esfregaço)

Dolorimento / Cisto Mamário

Oscilação no estado de humor

Menorragia/ Hipernorréia

Insônia

Confusão mental

Eritema Facial

Deficiência de Testosterona

 

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”sintomas”/sintomas

Perda de força / Massa muscular

Diminuição da libido e Disfunção erétil

Depressão

Letargia Fadiga / Falta de Foco

Osteoporose

Perde de pelos corporais

Oligospermia / Azoospermia

 Mas, estas alterações não estão dissociadas da globalidade da mulher, porque além destas, muitas outras podem ocorrer  na esféra psiquíca, como instabilidade emocional e alterações na qualidade do sono, portanto ocorre a instalação de um ciclo vicioso, onde as alterações hormonais levam a alteracão psicquica, e as alterações psicquicas, deflagram mais alterações hormonais.

Sintomas de Alta Testosterona Incluem

 

Acne
Voz profunda
Excesso de pêlos no rosto e corpo
Aumento da massa muscular
Períodos irregulares
Clitóris maior que o normal
Perda de libido
Mudanca de humor
Redução no tamanho do peito
Queda de cabelo

 Níveis gravemente altos de testosterona em mulheres podem causar obesidade e também infertilidade.

 Além disso, a Testosterona na médida necessária melhora o humor, melhora a memória, força e massa muscular, diminui a gordura corporal, protege contra doenças cardíacase também previne a osteoporose.

 Porém através dos exames realizados na clínica podemos descobrimos a origem dos sintomas e a melhor opção de tratamento, incluindo alimentação, homeopatias, ervas e suplementos.

Tratamentos

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”infertilidade”/infertilidade

Tratamento é realizado com modulação hormonal através da homeopatia e hormônios bioidênticos, é indicado após serem feitos os exames da Clínica e Laboratoriais.

 Indicados de acordo com a avaliação clínica de cada caso e com confirmação laboratorial e ainda corroborados com a bio-ressonância para sabermos qual a opção certa em cada caso, aqui apenas alguns exemplos:

-Vitaminas E, C, B, D3, K2, ácido fólico, Ferro.

-Remover metais tóxicos.

-Tratar fatores locais.

-Modulação hormonal através da homeopatia e hormônios bioidênticos.