Transtorno de Despersonalização, Desrealização ou Desconexão interna.

20 set Transtorno de Despersonalização, Desrealização ou Desconexão interna.

O Transtorno de Despersonalização, Desrealização normalmente é desencadeado por estresse grave, especialmente abuso emocional ou negligência durante a infância, qualquer doeça psíquica ou mesmo orgânica que esteje sendo tratada cronicamente com remédios sintomáticos ou outros estresses importantes (como sofrer ou testemunhar abuso físico).

 

 

 

Transtorno de Despersonalização, Desrealização – Sentimentos de separação de si próprio ou dos arredores podem ocorrer periódica ou continuamente. Depois que exames são realizados para descartar outras possíveis causas, o médico faz o diagnóstico do transtorno com base nos sintomas. Sensações temporárias de despersonalização e/ou desrealização são comuns. Aproximadamente cinquenta por cento das pessoas já tiveram uma sensação de desconexão de si próprias (despersonalização) ou dos arredores (desrealização) em um momento ou outro. Essa sensação geralmente ocorre depois que a pessoa:

 

– Corre perigo com risco de morte,

– Usa certas drogas (por exemplo, maconha, alucinógenos, quetamina ou ecstasy), sintomáticos em geral,   

– Fica muito cansada,   

– Sofre privação de sono ou de estímulos sensoriais (como pode ocorrer quando estão em uma unidade de terapia intensiva).

Diagnóstico:

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”despersonalizaçao”/despersonalizaçao

Um exame físico e, às vezes, análises, são realizados para descartar outros transtornos que poderiam causar os sintomas, incluindo transtornos físicos, de saúde mental, transtornos convulsivos e abuso de substâncias. Os exames podem incluir imagem por ressonância magnética (IRM), tomografia computadorizada (TC), eletroencefalograma (EEG) e análises de urina para detectar drogas. Sensações de despersonalização/desrealização são consideradas um transtorno quando ocorrem os seguintes fatos:       

 

– A pessoa apresenta episódios isolados de despersonalização, desrealização ou ambos, (ou seja, não é causada por drogas ou outro transtorno mental) que duram muito tempo ou reincidem.          

– Os sintomas são bastante angustiantes para a pessoa ou dificultam o desempenho de funções sociais ou no trabalho.      

– A pessoa sabe que suas experiências irreais não são verdadeiras.        

– Os sintomas do transtorno de despersonalização/desrealização podem ter início de maneira gradativa ou súbita. A intensidade dos sintomas pode aumentar ou diminuir. Porém, quando o transtorno é grave, os episódios podem durar apenas horas, dias, semanas, meses ou anos. Os episódios podem envolver despersonalização, desrealização ou ambos.            

– Ansiedade e depressão são comuns.

Sintomas:

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”despersonalizaçao”/despersonalizaçao

Os sintomas de despersonalização incluem:                                                    

 

Sentir-se desapegado do corpo, mente, sentimentos e / ou sensações. Os pacientes se sentem como um observador externo de sua vida. Muitos pacientes também dizem que se sentem irreais ou como um robô ou autômato (sem controle sobre o que fazem ou dizem). Eles podem sentir-se emocionalmente e fisicamente entorpecidos ou desapegados, com pouca emoção. Alguns pacientes não conseguem reconhecer ou descrever suas emoções (alexitimia). Muitas vezes se sentem desconectados de suas memórias e são incapazes de lembrá-las claramente.                                                                                                               

Os sintomas de desrealização incluem:                                                                     

Sentir-se desapegado de seus arredores (por exemplo, pessoas, objetos, tudo), que parecem irreais. Os pacientes podem sentir como se estivessem em um sonho ou em um nevoeiro ou como se uma parede ou véu de vidro os separasse de seus arredores. O mundo parece sem vida, sem cor ou artificial. A distorção subjetiva do mundo é comum. Por exemplo, os objetos podem parecer embaçados ou excepcionalmente claros; eles podem parecer planos ou menores ou maiores do que são. Os sons podem parecer mais altos ou mais suaves do que são; o tempo pode parecer muito lento ou muito rápido.

Terapia com Suplementos:

<imgsrc=”http://https://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”despersonalizaçao”/despersonalizaçao

Indicados a partir de dados obtidos pela clínica, exames complementares e corroborados pela bio-ressonância. Aqui apenas alguns exemplos:                      -Tryptofano;                                                                                                                -5-HTP;                                                                                                                          -NAC;                                                                                                                         -BCAA;                                                                                                                -Metil xantinas;                                                                                                               -Ác, fólico;                                                                                                                      -B12;                                                                                                                             -B3;                                                                                                                        -Hypericum perfoliatum;

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de quadros de TOC através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado.
Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bio-ressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas.
E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de especialistas.
Assim como em qualquer doença crônica vale a pena lembrar a importância de cuidarmos do Sono, da Alimentação, da Atividade Física, dos Fatores pH, do Eixo e mesmo da Sexualidade.

 

                                             Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir,
mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com